Futebol

CBF: Comemoração do Brasil foi por jogo de tiro, não imitação do Quico

Reuters/Dylan Martinez

comemoração do Brasil no primeiro gol da vitória sobre o México, nas oitavas de final da Copa do Mundo, não teve nada a ver com o choro de Quico, do seriado mexicano Chaves.

Neymar, Gabriel Jesus, Willian, Philippe Coutinho e Casemiro, na verdade, fizeram referência ao jogo de tiro Counter Strike, uma mania entre os convocados brasileiros, segundo informou a assessoria de imprensa da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Com as mãos no rosto, eles tentaram imitar a reação dos personagens quando uma “Flash Bang” é lançada. O instrumento é uma bomba que dispara uma luz forte e que cega os jogadores por alguns segundos, tirando a possibilidade de defesa.

Imediatamente após a foto da comemoração circular, diversos torcedores começaram a se divertir nas redes sociais dizendo que os brasileiros fizeram menção ao choro de Quico.

É uma marca registrada do personagem do seriado mexicano ir até uma parede e chorar quando vê algo que não gosta. É também nessa hora que Dona Florinda, mãe de Quico, aparece para defendê-lo e, quase sempre, bate no Seu Madruga. Com informações da Folhapress.

  • 2
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  

Comentar

Clique aqui para postar um comentário